Experato EducaçãoExperato Educação

Mercado Internacional como estratégia de diversificação dos investimentos

06 de março de 2017 às 14:49 Por Postado em Experato Educação
Mercado Internacional

O Mercado Internacional pode ser uma boa opção dentro de uma estratégia de diversificação dos investimentos. A economia mais pujante do mundo, os Estados Unidos, conta com mais de 10 mil empresas de capital aberto, por exemplo.

Ações de Tecnologia

Recentemente, o fundo do megainvestidor Warren Buffett, conhecido por priorizar empresas de modelo de negócio tradicional, anunciou a compra de quase 10 milhões de ações de uma empresa de tecnologia, a Apple. O famoso fundo Berkshire Hathaway totalizou o investimento de mais de US$ 1 bilhão na fabricante do iPhone.

Outras empresas de tecnologia, como a NETFLIX e o Facebook – rede social com mais de 1,5 bilhão de usuários ativos no mundo todo – têm se firmado como gigantes entre as tradicionais companhias de capital aberto nos Estados Unidos.

A NETFLIX já conta com um faturamento de mais de R$ 1 Bilhão somente no Brasil, segundo reportagem do UOL, superando tradicionais redes de televisão, como o SBT.

Ações da Apple, Netflix e Facebook com 100% do capital protegido.

Mercado de Ações

O lendário mercado de ações americano, que teve início em 1792 com a fundação do New York Stock Exchange (NYSE), permanece sendo o local preferido pelos grandes empreendedores para captação de recursos para expandir os seus negócios.

Em uma economia estabilizada, com juros baixos, investidores que procuram rentabilidade precisam fazer “o dinheiro girar”, ou seja, investir em negócios. Esse fato torna o fluxo de capitais mais ativo, aumentando o volume de negócios nas bolsas de valores.

Assista agora o hangout sobre Mercados Internacionais realizado direto de Miami!

 Acesso ao Mercado Americano

Até pouco tempo, o acesso ao mercado norte-americano para brasileiros era restrito a grandes investidores. Hoje o médio investidor conta com opções de produtos de entrada mais acessíveis. Um dos caminhos para isso são os chamados produtos estruturados, ou COE.

O Certificado de Operações Estruturadas faz parte de um mercado trilionário nos Estados Unidos e Europa; no Brasil, ele é uma boa opção para quem procura diversificar seu portfólio investindo em ativos no mercado internacional, misturando a segurança da renda fixa e a rentabilidade da renda variável.

Existem diversas modalidades de COEs, “as condições variam de acordo com a criatividade do banco emissor e de sua sensibilidade para entender o desejo do investidor. Cada certificado criado é único e tem um desenho particular”, como explica Toni Sciarretta para a Folha de São Paulo.

Invista agora nas ações da Apple, Google e Facebook >>

Ações da Apple, Netflix e Facebook com 100% do capital protegido.

Administrador, CRA-RS 49236. Sócio da Experato Educação. Idealizado do Conexão Noroeste, evento de empreendedorismo da região noroeste do Rio Grande do Sul. Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.